A conversa é mole, mas o papo é firme.

sábado, março 15, 2008

Andar com fé no Tibete

Muitos dos novinhos ficam vendo histórias, imagens e informações diversificadas sobre muito das violências que já aconteceram em nome da liberdade de uma nação.
Mais do que foi um Saddam, um Iraque, uma querela de vizinhos sobre FARCS, ou outras violências recentes, parece que alguma coisa vai acontecer no tantas vezes incensado (figurativamente ou literalmente) oriente, para rimar de vez.

O Tibete teve um domínio chinês de 300 anos. Conseguiu sua independência por quase 40 anos, e daí chegou o nada camarada Mao, o do livrinho vermelho, e anexou o território na marra, isso nos longínquos 1950.
A China hoje tem um papel assustador na nossa terrinha azul. Tem bilhões de habitantes, pelo regime político que ostenta, consegue produzir tudo muito barato, pois salários são ínfimos por lá, e assim viram o comércio mundial de cabeça para baixo. Seu crescimento é assustador, o dinheiro é forte, e se preparam para dar o empurrãozinho final na ladeira à baixo da Busholândia.

O Tibete fica entre a China, a Ìndia, o Nepal, e bem pertinho de Bangladesh (que originou o primeiro grande concerto musical para levantar fundos contra a fome, feito por George Harrison no início dos 1970), e também pertinho do Vietnam, que nem precisa dizer mais.
Sua capital, Lhasa, é a maior concentração de monges budistas por metro quadrado. O máximo mandatário deles, o Dalai Lama, tem que ficar exilado na Ìndia, para não ficar vendo o sol oriental nascer quadradinho.

A China esta bancando as Olimpíadas para fazer bonito ao mundo, e tal, mas os estrategistas sabem que nada melhor para chamar a atenção do que fazer um protesto numa hora destas. Muitas vidas vão rolar, mas hoje é impossível barrar as informações que a chinesada controla direto. Internet só pode mais ou menos, na tv só assistem o que o partido deixa.
Será que vamos saber direitinho os resultados de competições em que os chineses não vençam? Ou melhor, será que vai ter olimpíada? Um boicote mundial acabaria com este aproveitamento que se faz em nome do esporte.
O último protesto pela mesma causa, feito em 1989, gerou o massacre da Praça da Paz Celestial. Lembram da imagem do cara ficando na frente de um tanque de guerra para detê-lo? Poucos sabem que logo depois, o cara foi morto por este ato.

Em tempos de comunicação global imediata, já não da para disfarçar, e pipocam imagens mostrando realmente o que está acontecendo na violência dos protestos tibetanos atuais. E vocês verão que para onde tem camelo e petróleo, seguem tropas, mas por trás da velha Muralha, o buraco é enviesado.
Como dito, vem muito sangue e violência, mas a liberdade sempre tem, teve e terá preços altíssimos.
Lembrando que a maioria dos manifestantes são os monges, que usam paus e pedras contra todo o aparato de um exército que não utiliza este tipo de armamento.

Mas fico aqui pensando: se a fé remove até a montanha do Maomé, porque os monges, que tem um Dalai Lama que é parente do Budha, não conseguem fazer estas mudanças só no campo das vibrações? O século XXI é mesmo o despertar da Ciência, não tem jeito. Até incenso é cancerígeno.

Enquanto isso, o Macca foi condenado a pagar R$86milhões para a ex-mulher. Tem a tal do Mick Jagger, também. Parece que por aí o roque errou, mesmo.
Depois ficam falando em prostituição. E fica aquele clima, que um monte de garotas que vão para o exterior é para viver disso. Ora bolas. Política envolvida com prostituição é mais corriqueiro que escovar dentes, meu povo. Só é notícia porque derrubar alguém da campanha da Clinton, no pega pra capar, faz parte do jogo.
Aqui em Riba, que é pequenininha e bem mais bobinha, se você chega num hotel que nem precisa ser cinco estrelas, e levar um bom papo com o encarregado, existe um book de garotas liberais para eventos mais liberais ainda.
Será que Brasília é assim também? Precisa sair do país para fazer isso? Ah, SANTA ingenuidade...

3 comentários:

rubinhoooo disse...

Ah, bart!!!

tantas coisas acontecem pós the wall!!!

E a gente, ou fica em cima dele, ou fica confortável dentro/fora dele... claro, vigiado por câmeras e com uma cerca elétrica para eletrocutar alheios...

abraçuuuuu...

Monegheta disse...

Tem um mandamento da Santa que diz: 'não acredite em nada, até duvide da fé!'. Falou!
E aqui na minha cidade, até taxista tem catálogo de moças e endereços.
Tem até um vereador que propõe organizar a putaria, estipulando locais próprios para a prática da profissão.
Tb não entendo a necessidade de ir para o exterior se oferta de emprego no setor não falta aqui.

Norma Lima disse...

"se a f� remove at� a montanha do Maom� porque os monges, que tem um Dalai Lama que � parente do Budha, n�o conseguem fazer estas mudan�as s� no campo das vibra�es? O s�culo XXI � mesmo o despertar da Ci�ncia, n�o tem jeito. At� incenso � cancer�geno."

Se a ci�ncia � posta a servi�o do mal, como comumante o � - basta lembrarmos dos horrores do Positivismo do s�culo XIX e suas classifica�es de ra�as inferiores e superiores,- n�o me causa esp�cie incensos provocarem c�ncer. Aposto que tem o dedinho da esplendorosa ci�ncia nisso.
Discursos dignificando o racionalismo n�o me seduzem, muito menos a f� cega... Mas simpatizo com o fazer o bem, seja l� de qual religi�o ou comunidade alternativa isso venha.

"Esgotados os poderes da ci�ncia
Esgotada toda a nossa paci�ncia" (Punk da Periferia - Gil)