A conversa é mole, mas o papo é firme.

terça-feira, julho 17, 2007

Estamos de olho

Ah, a modernidade. Não adianta querer se esconder, que sempre tem alguém espiando.

E o nosso olheiro em San Franciso, o bom José Garcia, manda notícias fresquinhas da aparição dos Mutas neste domingo, lá por aquelas bandas. Aí vão os comentários e fotos que êle gentilmente nos enviou.

O show estava previsto pra começar às 2 da tarde. Eu que não sou bobo resolvi chegar as 11 da manhã pra pegar um bom lugar pra fazer um piquenique ao som dos reviventes. Na minha sacola um vinho e uns biscoitos doces. Meus amigos levaram água e salada.

Quando chegamos lá...já estava quase tudo cheio. Só conseguimos um espaço atrás da mesa de som. Mas todo esse publico não é só mérito dos Mutantes não. Eles iriam tocar hoje neste festival gratuito que se chama Stern Grove Festival. Todo domingo durante o verão, o pessoal vem pra assistir shows gratuitos de muita qualidade de graça neste bosque. Então, já viu né? Lota...

Pois bem, quando cheguei Sergio e o resto da banda com exceção de Zélia e Arnaldo estavam passando o som...E repetiram quinhentas vezes o trecho de Technicolor " please don't you ever try to ask me things I wouldn't like to talk about" ( Espero que não tenha errado a letra pois só me garanto com a obra de Rita solo). Senti por alguns instantes um calafriozinho, e vi Rita loira cantando Technicolor....Depois, caí na real...Voltei da viagem em Technicolor e vi que ela lá não estava.

Passagem de som terminada, uns goles de vinho a mais...entra no palco a banda " Los Amigos Invisibles " para abrir o show. Um som muito gostoso. A banda venezuelana mistura sons espaciais com ritmos latinos, e funk-se quem puder. Contagiou a todos...Até Sergio e Zélia resolveram sair pra assistir o show




Nem a interrupção do show causada por uma queda na rede baixou o fogo dos americanalhados. A banda era boa mesmo. Depois de mais 20 goles, e um pequeno intervalo, eles anunciam ' the legendary band Os Mutantes". Eles entram no palco. E começam a cantar "Don Quixote"....a decepção é grande em todos. O som dos Mutantes soou muito cerebral e morno perto da banda anterior. Lembra o publico daquele vídeo dos Mutantes cantando " Panis et Circensis" num estúdio de Tv? Todo mundo parado e a gente fica a se perguntar se eles estão divagando ou entediados. Pelo menos neste de hoje, tava mais pra tédio. Poucas pessoas resistiam e continuavam dançando. O negócio foi melhorando ( ou foi o vinho?) com Top Top, Baby, etc.

Depois que o show acabou fui perguntando ao pessoal e parece que eles não gostaram muito não. Será que Os Mutantes continuam incompreendidos? Ou será que soa datado ou deslocado? Ou forçado a passar uma magia que já existiu? Ou será que foi tudo apenas uma ma sorte de pegar uma banda contagiante como aquela antes?

Well...cada um que tire suas conclusões. Só digo que fico feliz de Rita ter seguido seu caminho só e nunca ter parado de produzir seus discos voadores. Terminei brindando a Rita!

4 comentários:

Denise disse...

"Nada será como antes".
Tive esta sensação quando vi os caras no palco em Janeiro. Meu choro, dentre outras coisas, tbm foi por pensar nisso. E olha que eu sou novinha, hein?! Rsrsrs...

Dani Lee disse...

Nunca vi o show dos ''Mutantes'', e não tenho a menos curiosidade de assistir ao show.

Mas....

Mutantes sem Rita Lee não é Mutantes !

então...Um brinde a Rita !


Beijos


Dani Lee

Norma Leema disse...

Valeu meu ótimo José! Pena que você não tinha uma camisetinha da Rita pra usar aí. Hahaha

fernanda lee disse...

thanx joseph !!
eu sei o que é isso .. assisti no dia do niver de sampa ...

uma coisa que não consigo engolir de jeito nenhum, de nenhuma forma .. é a vocal cantando Technicolor .. não dá ...

bjs
fefetz