A conversa é mole, mas o papo é firme.

sexta-feira, outubro 20, 2006

Lennon, Françoise e um certo almanaque

A atração de abertura da 30ª Mostra de São Paulo, foi o filme "Os Estados Unidos contra John Lennon".
Vai saber como a geração atual encara John Lennon. Ele foi um dos Beatles. Quando a banda terminou, ele deixou a Inglaterra e foi para os USA. Lá chegando, já mandou a frase "o sonho acabou" e se meteu numa encrenca atrás da outra, bem lá onde dizem ser o país da liberdade de expressão. Lennon se engajou numa campanha que virou o terror do governo americano. Ele colocou em vários pontos do mundo, um enorme outdoor de fundo negro, escrito em branco "War is over if you want it". A guerra termina se você quiser.

Os USA estavam enfrentando uma grande revolta popular em seu território, contra a malfadada guerra do Vietnã, uma causa perdida. A guerra do Iraque repete a história não como farsa, mas como fatalidade programada. Nixon resolveu pegar Lennon de bode espiatório, e colocou o FBI em sua cola, para colocá-lo em cana de qualquer maneira e deportá-lo. Lennon também defendia uma campanha para liberação da maconha, apoiava os Panteras Negras, um movimento forte dos negros perseguidos.
Nixon acabou não conseguindo pegar Lennon, pois foi apanhado antes numa falcatrua das boas, chamada Watergate. Não vamos nos delongar, mas isto acabou no impechment de Nixon, e Lennon ganhou seu Green Card, a permissão para ficar e trabalhar nos USA. E nesta terra que adotou como sua nova pátria, foi assassinato em 08/12/1980, aos 40 anos.

Lennon era um dos grandes ídolos de Raul Seixas, que se mandou para os states para falar com ele. Reza a lenda que falou, mas eu não tenho grandes informações a não ser a própria lenda.
Mas o intuito é dizer que fizeram um filme contando tudo isso, usando imagens da época. Entre 1969 e 1972, Lennon estava sempre com alguém ao seu lado com um microfone ou uma câmera de filmar. Já existe um filme chamado Imagine, feito com várias destas imagens. Tudo que é usado do Lennon no projeto Anthology dos Beatles, vem desta época. Os Beatles voltaram a se reunir perante fitas demo de Lennon, que viraram duas faixas inéditas do projeto.
Ironicamente, ei-lo em frente a Estátua da Liberdade.



Mas tudo isto é para lançar uma idéia por aqui. A memória permanece viva, quando se tem várias coisas documentadas. Pode-se assim contar fatos o mais próximo possível do acontecido, sem distorções. Mas se não geramos documentos e não contamos as histórias, o destino inevitável é o esquecimento, e toca dizer que o Brasil não tem memória.

Em 2007, Rita Lee completa 60 anos de vida e 40 anos de carreira. Coisas serão feitas, espera-se. A idéia que gostaria de lançar é baseada em algumas obras que foram feitas e tiveram uma boa projeção: os almanaques. Já temos Almanaque dos anos 80, dos 70, e um da Jovem Guarda, chamado No Embalo da Jovem Guarda, de Ricardo Pugialli. Estão sendo feitos os dos anos 60 e 90.
A estrutura destes almanaques é a mesma: fotos e notícias do assunto principal, e notícias paralelas de época, como por exemplo as músicas que estavam nas paradas, notícias de determinado dia, etc. O da Jovem Guarda cobre de 1941 a 1968, ficando mais concentrado na década de 60. Notícias políticas, fofocas, fotos de revistas da época, notícias verdadeiras e outras nem tanto. Nem sempre as fotos são de boa qualidade, pois o que interessa é a informação.

Existem pessoas abnegadas em sua fé em um artista, e assim vão juntando todas as informações em que conseguem por as mãos. Fotos, revistas, notícias em geral. Precisavamos dar um jeito de juntar estas pessoas, e fazer a grande homenagem a RL, que seria lançar uma almanaque nêste gênero em nome dela. Tomo como exemplo o blog da Norma, que conta experiências interessantes, e ela sempre documenta o que conta. E esta é uma só pessoa. Tem mais, muito mais.
Fazendo-se um projeto que mostre o potencial da obra, uma editora irá abraçar o lançamento. Dá um grande trabalho de organização e por isso o tempo é importante, para que algo apareça no ano que vem.
As pessoas que se conhecem, que sabem quem tem o baú cheio, deveriam ir conversando entre sí, trocando opiniões. Acho que uma coisa bem organizada vai receber a benção da santa, que pode até abrir seus próprios baús. E deixo bem claro ao fã-desconfiado: não estou me propondo a fazer o projeto, pois nem acervo tenho. Acho que deveria se ver quem tem mais material, e esta pessoa ter o projeto como seu, com a possível colaboração de quem pudesse/quizesse.
Para encerrar o tópico, vamos lembrar uma das músicas mais tocadas no país :"Da vida não se leva nada, vamos sorrir e cantar". Isso anuncia que Sílvio Santos vem aí, mas vamos trocar para Rita Lee vem aí. Vamos pensar e agir. Vamos compartilhar, pois é triste a constatação,mas quando alguém parte desta para a melhor, a primeira que os que ficam fazem, é jogar fora aquela tranqueirada que a pessoa ficava juntando. Quem sabe esta idéia vira alguma coisa?
Só para reforçar, José Mindlin, uma das maiores bibliotecas do pais, está doando seus livros, pois sabe que ninguém vai cuidar deles, já que ele está bem velhinho.
O maior colecionador de Whisky do Brasil, e talvez do mundo, com mais de 3.000 garrafas, vendeu sua coleção para um pessoal na Escócia, pois está ficando com uma certa idade, e sabia que ninguém da família iria dar o devido valor à sua coleção. Acho que seria uma obra importante.

Mais uma zeleegadinha. Rita sempre fala que se baseava em Brigitte Bardot, Mariane Faithfull e Françoise Hardy.
Aqui vai uma encarnação de La Bardot, que ela fez no Saia Justa. Duas pessoas me mandaram esta foto. Acho que foram Fernandinha e o Leandro. Se não for, que reclame quem foi.
Estou lendo a auto-bio da Bardot, que é enorme. Quando terminar falo um pouco por aquí. Mas vamos ficar por enquanto com nossa Brigeette.




Comparem com a original, para quem não conhece



Esta é para os que gostam de fotos autografadas, mas que a assinatura não fique em cima da pessoa.


Uma imagem de Marianne Faithfull novinha



E outra atual. Lembra a Martha Suplício.



Este é um vídeo raro, que tem Françoise Hardy cantando o original de Le Premier Bonheur Du Jour, que Rita cantou em francês no primeiro disco dos Mutantes. E só pra ver como é um zeleegado na real.




9 comentários:

fernanda lee disse...

"E saber que era pra ter sido a Japa .. ehheheeeh"

Os 60 anos de Rita pra mim deveria ser parada na Paulista ...
Dias de festa ... e ao meu ver a Avenida Paulista deveria passar a se chamar : Avenida Santa Rita de Sampa .... Derrubava um daqueles bancos de gringos e contruia uma casa de espetáculo com o nome da Ruiva .... hum hum hum ...

"40 anos de carreira ... eu tenho metade disso e tão pouco material .. aliás tenho praticamente nada comparado a bendita obra ...
Existem sim fãs, que tem uma porrada de coisas mas deixam debaixo do colchão ... dia desses vão fazer xixi na cama e molham tudo !!! "bem feito"

Norma é bastante generosa pois além do blog quando vem a Sampa traz albinhos pra mim dar uma olhadinha ... esses voltam encharcados de tanto eu babar em cima!!! ehehe

Esse blog aqui digamos, é o point de leenáticos do bem ... então está lançado a idéia .. eu não tenho acervo mas me coloco em total disposição .. pra qualquer coisa .. "menos pra dar pro dono de alguma editora" , claro .. aff

Mas e ai? seria muito bacana ter algo de 40 anos de carreira feito pelos fãs .. Algo independente de grana .. por AMOR mesmo ...... "tudo por amor"!!!!

Bom já me alonguei demais mas só uma perguntinha ... Alguém .. alguma alma nobre tem foto do casarão da Távora 670 ??? ALGUÉM !!!???

falando em foto Bartz foi eu não que mandei essa ai!! ... deve ter cido o Lelé então !! Muito boa essa .. como diria Tom Zé : A Brigitte Bardot tá ficando velha !!

"E Ritz continua “inteiraça” !!!!! bota ela no chinelo ..."

Rita 60,40 .. COMEÇO E MEIO ..........

bjos e bênçãos
fernnie lee

Leandro disse...

Nomá tem material e punho o bastante prá esse tal almanaque.
Fotos de a.c. e punho de professora.
Rita realmente daria um bom almanaque. Um carreira de 40 (no bom sentido) não é prá qualquer um.
Mulher de 60, com um corpinho de 40.
E que o Roberto Gagárlos não ouça..."Não quero saber da sua vida, sua história, nem do seu passado / Mulé de 40 eu só quero ser o seu namorado".
Uma das pessoas que você disse que te enviou foi eu mermu.
O engraçado é quando ela dá um bérrinho e levanta a blusa, mostrando as peitolas postiças.

E eu quero continuar a provar dessa carreira de 40.


Um abraço.

dino disse...

bart
obrigadíssimo pelo video da françoise!!! [qdo ainda ñ havia para mim RitaLee, la hardy surgiu feito fada profeta anunciando a chegada da espíRita Santa]
quanto ao almanaque, tamos aí pra trocar figurinhas
abç,d

Norma Leema disse...

Ai, Fernanda, vamos lançar uma campanha em Sampa? Trocar o nome da Paulista, uma festa hippie (parada, não, é coisa de milico, Fê!) e medalhinha pra ela. A nossa leenda!
Eu levo os álbuns e Fernanda fotografa tudo. Rsrsrsrs...
Não me importo de dividir meu baú, de papel ou de mídia, concordo com Mr. Bartman, pra quê o egoísmo de guardar o material?
Eu sou uma fã antiga com corpinho de 20, rsrsrsrs... cadê o povo véio, dos fã-clubes Ovelha Negra, Rita e Roberto? Participei de todos eles. Vou lançar a idéia do Almanaque, mas se ninguém quiser ajudar (ou puder...), faço sozinha ou com quem der.
O Dino é mais véio do que eu, os Mutantes foram na escola do cara, é mole??? Ele é do bem, do bem, do bem, sei que se puder, ajuda.
Vamos lançar a semente? A nossa mileetância... Tudo por amor!
E, Bartman, o meu blog só existe por sua causa, você sabe disso. Nós, fãs da Rita, te agradeceremos eternamente pelo belo livro...

Norma Leema disse...

Ah, e a outra pessoa que te mandou a foto de Ritinha a la Brigitte, adivinha quem foi???

fernanda lee disse...

Norma vc acordou!!!! finalmente ..
Falei parada por tido : .. parar TUDO .. mas se tiver só hippie "cabiludo" vou AMAR !! Aliás o que da na Paulista no domingo é só hippie .. eu a-do-ro !!!

E cadê o povo da antiga??? Cadêêêêê ..

E o Dino não é do bem .. ele é do bom .. bom-bom... ehehehehehe
Eu tô dentro em tudo .. vou passar uma temporada no RJ se preciso .. ah não melhor vc vir pra Sampa Normix .. eheheheh

bjuão ..
f.. lee

rubinhow disse...

...sempre com idéias ótimas, hein seu bart?

bom, tu sabe que material compartilhado é comigo mesmo... hehehehe...

Josie Patch disse...

também acho que deviam seguir o exemplo da Norma, eu gosto muito do blog dela,tenho 18 anos e não ia saber de nada daquilo. de lá cheguei aqui e tô maravilhada! agora falta ler o livro do Henrique.
beijokas da jô!!!

Deborah disse...

oi Henrique! sempre leio os seus posts mas nunca comemntei.
queria dizer que adorei seu livro, nao conseguia parar de ler.

eu gostei muito da sua ideia, acho que ela precisa mesmo de mais uma homenagem
eu nao tenho muito material mais se alguem precisar de ajudar, eu to ai!!
meu e-mail é debinhaguimaraes@hotmail.com

se somebody quiser fazer algo, me adiciona
adoro a Ritz!!

beijos