A conversa é mole, mas o papo é firme.

segunda-feira, dezembro 22, 2008

'Cê senta em um?

Final de ano ninguém tem tempo de ficar lendo blog, por isso antes da menos-pausa, vamos às inutilidades finais indispensáveis.

A sapatada no Bush, Madonna caindo no Rio, Tonzé xingando CV, o ministro com platéia mais ou menos aqui em Ribeirão, a bio de Paulo Coelho não vendendo tanto, e Woody Allen pode fazer seu próximo filme no Rio.

CV parece que vai fazer mais do mesmo em seu próximo disco, ou seja, "Cê" revisitado. Após 40 anos, acaba de vez uma das maiores bandas de todos os tempos, que era "The Jimi Hendrix Experience". Primeiro foi o próprio Hendrix. Há um tempinho foi o Noel Redding, o baixista, e agora em novembro foi o Mitch Mitchell, batera. A música deles resistiu bravamente ao tempo e é tão inventiva agora quanto no início. Os mais profundos agradecimentos, e a benção da eternidade ao JHE.

Páginas fascinantes de muitos livros, mas no reflexivo, "Fora de série", ed. Sextante, de Malcolm Gladwell, e na diversão "Os homens que não amavam as mulheres", parte um da trilogia "Millenium", Ed. Companhia das Letras, de Stieg Larsson. Este livro, já vendeu milhões e já virou filme, e o curioso é que Larsson, jornalista sueco, ao entregar os originais, em 2004, morreu de ataque cardíaco, e nem viu a publicação. Os herdeiros agradecem efusivamente. A viúva leiloa atualmente um manuscrito de 200 páginas, que seria a quarta parte de "Millenium" para que alguém termine a história, e traga mais felicidade à árvore genealógica que não precisou mexer um dedinho até então. Porque isso não acontece com a gente? Mas tem muitos na fila das heranças, por isso cuidam obsessivamente do acervo.

De filmes, acho que "Queime depois de ler", dos irmão Cohen vale arriscar, mas teve muito mais. Na verdade a baixação exacerbada é que ganha de tudo. Muito filme que a censura militar mutilou vergonhosamente, muita arte que nunca chegou por aqui, as séries da BBC com viagens de Michael Palin do Monty Python, que foram de polo a polo, aos Himalaias, ao Saara, nos rastros de Hemingway, uma nova volta ao mundo em 80 dias e Full Circle.
E as colaborações dos diversos amigos, os iutubi, que nos trazem coisas que jamais imaginaríamos ver (mesmo com os que teimam em manter os baús fechados). É tanta coisa, que nem com um segundo mandato de vida daria para ver tudo.

O Guitar Hero, que faz a molecada ao jogar ter contato direto com clássicos roquenrou, e ter uma boa noção de música. Quem sabe a vontade de pilotar um instrumento e não uma pick-up?

A Rolling Stone resistiu bem no mercado poluido das publicações, e sempre vale a pena conferir.

Logo todo mundo esquece a Madonna, que como Stones, U2 e logo mais Elton John, levam um tanto de grana do nosso PIB, mas merecem pela obra e sagacidade. Enquanto isso os New Mutas não emplacaram a sequela prometida e vão lutando contra a própria corrente que levou o canoeiro para o mar, e agora volta meio tsunami.

Vem Carla Bruni, mulher do presidente da França, e que vai roubar a cena. Só para ter uma base, ela namorava o Eric Clapton, e eles foram nos bastidores de um show dos Stones. Clapton disse a Jagger "olha lá meu...esta é minha mina e vê se não dá em cima". Bruni teve um caso de sete anos com Jagger.

Embora o obamismo tenha seduzido muitos, quem pesquisou um pouco já entendeu o que sairá em livros, séries e filmes, anos à frente: existe uma queda de braço zilionária entre a Microsoft e a Google, para ver quem acumula mais bens em detrimento aos necessitados. Após uma refinada pesquisa, Obama foi escolhido como trunfo.
Primeiro porque os Clinton são Microsoft, e depois pelo perfil vencedor do afro-americano. Era um jôgo arriscado, mas com muita carta marcada. Quando ficamos achando que estamos em plena diversão em nossos computos, estamos mais monitorados do que através das tais câmeras de segurança que andam entregando todo mundo. O tal IP é a carteira de identidade mais bisbilhotada do universo.
Ao invés de entrevistar pessoas para pesquisas, o que induz a muito êrro, pois geralmente não se faz o que se fala, o google seguiu os hábitos de milhares de americanos, através de suas conversas informais, e principalmente por seus hábitos de compras e sites que visitam.
E assim descobriram que tipo de candidato eles apoiariam, ao menos hipoteticamente. E assim nasceu o perfil a ser construído para o candidato, com suas propostas, plataformas e outras enganações politiqueiras. E depois acham que Madonna é marqueteira. Com muito trampo ela domina alguns milhares de pessoas em um show, enquanto o presidente do império decadente domina voces sabem quanto. Com um trabalho meticuloso desses, quem seria contra Obama Bin Laden? Só a Microsoft, claro.
Ou alguém ainda acha que político representa o povo e não oligarquias?
Como já profetizou Bowie, I'm affraid of americans.

E finalmente falemos de nossa querida Ritz, sempre a ser lembrada como a fundamental razão da criação deste espaço, onde poucos comentam, talvez por preservação de identidade ou pelo risco da exposição duvidosa, mas que pelos números, muitos lêem na moita.
Pelos meandros que a vida faz, não falo com ELA mais tanto, mas o necessário para manter os laços.
Acho que o melhor do ano foi a participação naquela caretice especial de RC, que é uma bela exposição para milhões, e o pior aquele assalto idiota.
De qualquer forma, agora se sentando em um, ELA esta bela e fagueira e sabemos que sempre nos surpreenderá e todos nós cultuaremos SRS em todos os possíveis altares.
E ao que parece, por ironia da vida, ela estara em pleno aniversário, tocando em Atibaia/SP, berço do SPA Farniente. Mais binóculos na jogada. Bem feito.
Saúde, Pax e Felicidade a ELA e todos os que a cercam.

Ficou comprido, mas como estaremos meio em férias, façam como mini-série e leiam em capítulos.

Vai a mensagem que o NÓS faz para o site em final de ano, como sempre de improviso, sem produção, sem grana, mas mantendo ao menos os lenços e documentos, e assim sendo, sincera.
Foi tudo gravado no belíssimo e zen Jardim Japonês, no Bosque Municipal de Riba.

Meus caros e caras, muito obrigado pela companhia, e sejamos todos felizes neste 2069.
(quando abrir o iutubi, no lado direito e abaixo do filminho, cliquem em "ver em alta resolução", senão fica muito mais tôsco do que já é)

http://www.youtube.com/watch?v=J-8uO6DWJzM&eurl=http://www.gruponos.com.br/index2.html

E vamos nos livrar da crise, para que não invistam mais em nossos fundos.

Repescagem: o volume 1 & 2 do "Coração do Homem-Bomba", do Zé Kabaleiro valem a ouvida, e testemunhei que ao vivo o cara é forte. E prestem atenção na cantora dos Mutas. Liguem a fervura, que ela já esta mais que quente.

8 comentários:

Moni disse...

Hey Bart!
Agradeço por manter este espaço. É muito prazeroso e divertido passar por aqui. Gosto dos assuntos e da forma como são abordados. Contamina!
E Ritz, além de Atibaia no reveillon, grava DVD da tour em janeiro, no Rio. Éééé, a mina de Sampa é carioca.
Quem vem à PoA em 2009 é Alanis Morrissette, e eu já estou na fila!
O longa-documentário 'LOKI-Arnaldo Baptista' antes de chegar às telas, foi selecionado para 12ª Mostra de Cinema de Tiradentes (23 a 31/01/09), e tb para um festival na Califórnia; México está na lista, mas não confirmado.
Falando em México, 'A minha menina' entrou na trilha sonora de uma película mexicana:
http://es.youtube.com/watch?v=vQA0G5Y7bm8&feature=related
Mvtantes respira ar de paz numa luta por sobrevivência. Na semana passada, foi ao ar uma entrevista na MTV; e nesta semana, participaram do chat-show Terra (desfalcados, pois alguns trabalham fora)
http://terratv.terra.com.br/templates/channelContents.aspx?channel=2501&template=5-5-5
No crise; yes krêizy!
Beijo envenenado!

Norma Lima disse...

Não gosto muito destas coisas inquisidoras de queimar os livros... Mas confesso que deveria
ter um dispositivo deste para certas coisas que a gente lê na internet (como alguns blogs muito do ruins) - "queime depois de ler".
Não sei se repararam - até fiz essa observação no último post do blog do Fã Clube - mas a Globo só colocou uma vez a chamada para o especial do Roberto Carlos em que a Rita aparecia. Agora, só divulgam imagens do RC e do Cae e ficou parecendo dois em um, propaganda do especial e dos tais dvd/cd da homenagm ao Tom Jobim.
Meu irmão (bem carioquês), não dá pra comparar Madonna com Stones...
e não é que a gente queira viver do passado, mas cada geração tem o Hendrix, os Stones, o Clapton e a Rita Lee que merecem... Madonna neles!

rubs disse...

Dear Bart!

Então é Natal!
E Simone deve começar a receber no mês que vem a grana mais alta do ano com direitos autorais...

2008 foi recheado por um picnic gostoso que a gente não cansa de comer...

Tenho medo de anos ímpares. Mas 2009 soma o número 7, número sagrado. Esperemos que as 7 virtudes superem os 7 pecados.

É um prazer ser um bisbilhoteiro das palavras bartianas deste blog.Eleva a alma musical e bate-pau em muito colunista sócio-célebre de jornalecos por aí.

Daqui a pouco dá até pra tirar MTB de jornalista por uso capião da palavra...


um abraço
bom Natal e que ganhe uma graninha a mais com o NÓS divertindo o povo nesta época de FESTAS!!!

;0)

Norma Lima disse...

VOTE EM PIC NIC PARA MELHOR SHOW, ANA CAROLINA ESTÁ EM PRIMEIRO E RITA EM SEGUNDO, SÂO 14 CONCORRENTES:

http://fotos.noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/enquete-album.jhtm?album=melhorshownacional2008&idEnquete=3685#r

Moni disse...

Nem Rainha, nem Rei. Apenas os Bobos da Corte:
http://www.youtube.com/watch?v=HwTAuVls7jo

Norma Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moni disse...

Os links continuam um sucesso!
A Veja digitalizou suas edições e é possível acessar 331 materias sobre Rita Lee, e outras tantas não tão nobres assim no link:
http://veja.abril.com.br/acervodigital/home.aspx

Anônimo disse...

Good dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thanks you on your information.