A conversa é mole, mas o papo é firme.

domingo, dezembro 03, 2006

Beto Aqui

Fiquei dois dias fora, tocando Brasil afora, estou chegando agora e num bode só, por isso, vai um post bem maneirinho, sem muita conversa. Além do que minha caixa tem trocentas msg. Nossa, tá parecendo bloguinho bobinho de olhar no espelho.Durante a semana rola mais, podem deixar.

E é mesmo, as crianças já não são as mesmas. Geralmente elas é que nos tiram da sala. Principalmente quando tem computador plugado no orkut. Valha-nos Deus, Nossa Senhora.
Outro dia se foi o Jece Valadão, e achei muito engraçado uma que ela costumava dizer: que foi quase sogro do Mick Jagger, porque apesar de não ser pai da Gimenez, foi casado um bom tempo com a mãe dela.

Se Normix achar a implicância do Suave com o técnico DELA, colocaremos aqui, claro. Sempre uma mostradinha de pau faz bem pro ego. E obrigado pelo apoio à campanha ecoginecológica. É sempre bom que cuidemos para que não se abra mais o buraco na camada de ozônio.

E de uma coisa nós ribeiropretamos não podemos nos queixar: aqui não pega Rede TV, e assim sendo, sem Gimenez, sem TV Fama, estas coisas. Melhor ouvir só o resumo da notícia.

Ouví o novo disco velho do Mut-antes. Esta bem corrigidinho com os pro-tools da vida, ou seja, é um processo que se usa nas gravações, no estágio de mixagem, onde se corrige todos os deslizes do ao vivo. É uma pena que está cover do cover. Nenhuma ousadiazinha que fosse. Esperemos o que vem de inédito.

E também sai uma bio de Robertão. Será que vai contar "tudo"? Esperemos para ver e ler.

Mas vamos ao divertimento. Final do especial da turnê Flerte Fatal. Deve ter sido a primeira, ou uma das primeiras aparições de Beto Lee em palco. Como ele iria imaginar que tempos depois iria reinar no pedaço?


Rita Lee - Orra Meu - Tour Flerte Fatal

8 comentários:

Leandro Vallim disse...

O programa do Jô com Ela eu só tenho dois.
Um que ela canta "erva venenosa", em 2000, eu acho. E o outro que ela canta "a hard days night" e, no sofá canta "o bode e a cabra" e "tudo por amor".
No do ano 2000 é aquele que ela coloca spray na boca do Jô.
Realmente eu não entendi o porquê de você não ir ao programa.
E você comentou sobre a bio do Roberto Carlos. Será que é boa? Diz que conta coisas que nem o próprio toca no assunto (como por exemplo a perna mecânica que ele tem).
Será que Bárbara Farniente já sentiu atração pelo Rei, ao menos sem dar a mijadinha?
hehehehhe hehehe hehehhe
Abraços.

rubs disse...

Bart, tenho o jô suave aqui em vhs... a tecnologia devedológica ainda não chegou ao meu antro!!!

Mas me lembro bem... estava presente na platéia... o Jô tira um sarrinho do Oswaldo, falando que ele ("o cara das tatuagens") estava tendo problemas com o som, etc...

enfim... coisas do jô...

Normitz Leema disse...

Chefe de Nós,

Adoro esse número final do show que você disponibilizou (quer dizer, adoro tudo, hehe) porque a Ritzinha, com 40 anos, sacaneia a si mesma com as muletas assumindo o lado tia (toda boa) do rock.
O especial transmitido pela extinta Tv Manchete foi gravado no Maracanazinhozão aqui no Rio de Janeiro. E adivinha quem estava lá no meio da muvuca? Euzinha, na flor dos meus 23 anos!
Viram que multidão? Mesmo com a cri crítica metendo o pau no primeiro LP da dupla para a Emi-Odeon, o espaço lotou. O público sempre vai aonde a pitonisa escarlate está.
Aí em Ribeirão não tem Rede-Tv? Puxa, você está perdendo Gimenez, Nelson Rubens, pastores eletrônicos, filmes "D"... reclame, meu amigo!!!Rsrsrsr...
A mãe da Gimenez é a Vera Gimenez, uma atriz bonita até hoje. O irmão dela, Marco Antônio (ator da Malhação, da Globo) foi meu aluno, dele eu gostava: bonito e educadinho como ele só. Mas da irmã, não dá pra gostar muito não, ainda mais agora, com ela falando de Ritz e de Preta Preta Pretinha. Humpf! Como ela mesma diz: "Abafa o caso!"
E Barte que parte para a estrada com/sem NÒS, dont't leave us!!!
We love you!

Normitz em pleno verão adiantado do Rio! (Parou a chuva, abriu o sol)

Fábio Vizzoni disse...

O autor da biografia de RC - Paulo César de Araújo - foi meu professor na faculdade.
Como a disciplina era História da MPB, por diversas vezes ele trouxe, pra dentro de sala, resumos e comentários sobre as pesquisas que ele estava fazendo sobre o Rei. Inclusive revelou, certa vez, a dificuldade que era conseguir uma entrevista com Roberto Carlos.
Vale lembrar que o autor é o mesmo do livro "Eu não sou cachorro não".
Abraços

Normitz Leema disse...

Pra quem ainda não viu: hoje tem Robert Altman com "O Jogador", no Telecine Cult, 0h20. Vale a pena!
Beijos.

Edna disse...

Sobre o Beto não é difícil imaginar, é só perguntar para o seu filho...
Aproveitando a esteira da Norma, talvez não dê tempo, mas daqui a pouquinho às 10 da noite, no mesmo telecine cult, vai ter Simpathy for The Devil - com participação dos Stones novinhos, novinhos - filme em preto e branco, e com a direção de ninguém menos que Jean Luc Godard.

beijão!

leandro vallim disse...

A única coisa construtiva que passa na rede-tv é o "pânico na tv".
E uma coisa que me marca foi uma entrevista que Rita deu uma vez ao "Tv Fama", em 2000 ou 2001, eu acho; onde ela diz uma frase que decorei até hoje:
"Sempre fui zen, mas também sempre fui muito zona".

E depois disse que tinha vontade de gravar "refazenda", com direito a um trechinho cantado e tudo - a pedido do repórter chato.

Abraço.

fefetz ... disse...

Sorte de vcs que não pegam a luciana .. digo .. a rede tv ...

... e o Beto ... cara do David que é cara da Rita que é cara de ninguém porque ninguém consegue ser parecida com Ela ...
UNICA ..

O Beto é leendoooooooooooooooooooooo .. ehehehe
bjs ..
f.lee