A conversa é mole, mas o papo é firme.

sábado, novembro 25, 2006

Fotos e Fatos

Fico aqui pensando como o Bush dorme. O novo ídolo dos jovens em Bagdá é Juba. É um desenho animado? Uma nova série? Nada disso. Juba é um franco-atirador, que sai às ruas com uma equipe de filmagens. Geralmente o alvo é um soldado americano. As poderosas câmeras, com seus zooms mais poderosos ainda, que foram levadas ao Iraque pelos americanos, mostra um pouco do alvo, sua locomoção, algum tipo de ação que ele esteja fazendo. Em seguida mostram Juba se preparando, às vêzes em cima de um telhado, dentro de um carro, ou mesmo em um ônibus com vidros escuros. Depois vem o único e certeiro tiro que alimenta as estatísticas de perdas, que os gringos costumam chamar de casualties....casualidades...logo tudo isso é transmitido pela internet, para o deleite dos jovens iraquianos espalhados pelos diversos cyber cafés, ambas as coisas que os gringos também acabaram de levar para a terra de Saddam.
Com o caos estabelecido, os professores fogem do país, e nem um terço das crianças iraquianas esta indo à escola.
O que inspirou Juba? Um livro de um antigo atirador dos marines, os soldados americanos, chamado " O Franco-Atirador ao Máximo", também disponível na internet.

E uma palestina que perdeu o neto num conflito contra Israel, é considerada a mais velha mulher-bomba em ação. Os soldados que ela iria atacar, perceberam a ação e jogaram uma granada nela, que ainda conseguiu se explodir e ferir dois soldados. Isto aqui hoje está parecendo O Apanhador de Pipas. Eita livrinho triste, sô.

Enquanto isso, em Adis Abeba, capital da Etiópia, o zoológico de lá por não ter dinheiro para comprar carne para manter os raros leões-da-abssínia, resolveu envenená-los e vender para os taxidermistas, os empalhadores. Para manter apenas um soldado no front, dá para alimentar 10.000 leões. Alguém tem na tabela aí quanto custa um Bush empalhado? Ou seria melhor empalado?

Já que sempre falamos da França, quem nos deixa, aos 76 anos, é Philippe Noiret. Ele foi o projetista de filmes do Cinema Padaradíso. O poeta do Carteiro e o Poeta. E muitos outros filmes, claro.

Dino Vox, curitibano dos bons, mandou belo material das origens de La Rúbia, lá pelos lados dos States. É o primeiro material que recebo em mãos para nosso Almanaque Ritz. Muitíssimo obrigado e será devidamente utilizado. A luta continua, companheiros.

Mas vamos contrabalancear com coisas bem mais light, pero no mucho.

Houve um dia que os Beatles fizeram uma sessão de fotos, sem saber que estariam reunidos para isso pela última vêz. Era 22 de agôsto de 1969, e eles estavam em Tittenhurst Park, residência de John Lennon.
Postei a foto, só para mostrar que mesmo com toda a fama que tinham eles tratavam bem a imprensa que os hostilizava. O mais carinhoso, à esquerda, é Paul McCartney. Veja como os outros 3 olham embevecidos



Para aqueles que sempre perguntaram porque os bítous acabaram, dá só uma olhada. Existe uma frase, de um jornalista anarquista americano, chamado R. L. Mencken, que é a seguinte: "Não existe situação ruim que uma mulher não possa piorar". Não podemos dizer que o cara era assim um feminista, mas que neste caso acertou plenamente, isso lá acertou.

Todas as fotos são daquele mesmo dia, e estão num livro que o Lucindo, meu front man em assuntos beatlemaníacos, me emprestou. Esta foto é muito importante, porque com a ajuda da equipe do Famplástico, conseguimos fazer leitura labial, e ver o que as lambisgóias estavam falando:
-"Primêro nóis fóde eles, depois nóis fóde eles." (Farst we's fuck'em, then we's fuck'em)
-"Arigatô, sayonara, kudasai."


Para quem ficou curioso para ver a cara de Jack , o Estripador, e que eu disse ser o Freddy Mercury, aí vai: We are the champions, my friends.... mesmo 15 anos depois de sua morte prematura, e que foi ontem...




Tá bom, seus xiitas reclamões. Esta quem mandou ontem foi a Fernandinha. É de Limeira, show que foi filmado e deve virar dvd no ano da graça de 2-007, o ano da dupla permissão para matar. Hoje não se Ritou muito por aquí, porque logo mais tem Ritz no Morro da Urca, e nossos maluketes no front mandarão notícias, que divulgaremos prestamente. Vistam-se bem e pulem mais que o normal, como se fôsse a última, que pode ser que este show também vire dvd. Será que eu podia ter contado essa? Agora já foi...

7 comentários:

dino disse...

& agora mr.arbushto é só moita...
& a mulher-bomba q os mutantãntes criaram depois da expulsão da cantareira-mór? explosão pura!!!

belas fotos da japa-feia & da linda!... nunca fui bitolado em beatles, prefiro o beat da Lee...
abção

Norma Lima disse...

Barteiro
Notícias do front: o Rio está mais
bonito com Rita Lee.
E as maluquetes já estão se preparando para a empreitada. Fernanda já está na área e fomos fazer o reconhecimento dos bairros: começamos por Copacabana, of course.
No Pão de Açúcar, escreveram o nome dela. SALVE A RAINHA! A VERDADEIRA.
Nós te amamos, Rita Lee!
Beijos,
Normitz.

fernanda lee disse...

direto da casa de Normitz a pirada pira mais um pouco ...

é revistas .. videos .. e coisa e tal e tal e coisa ...


e o rio?? continua LEENDO e a Rita ?? ah a Rita ...

Rita aparece ai na janela e da uma olhadinha no calçadão .. ei, psiu!!! .. nos viu ???.. eheheheheeheh
até de noite !!!

ai .. ai ..
Bartzzzzz .. aquele abraço ...

bjs a todos ...
fefetzzzzz

PS .. não tenho cabeça pra comentar sobre os assuntos a cima .. perdoe .... agora deixe me ir por que eu mereço ... ahahahahaahahahah ..

Leandro Vallim disse...

Daqui a pouco pego carona na canoa das malucas daí de cima. "Donas Flores e seu marido."
Realmente, o Rio fica mais bonito que já é com a Rita. E ela diz que cada vez que vem ao Rio se encanta com o Cristo, com o pão-de-açúcar, e fica babando.
E, nós, cariocas ou não, esquecemos cristos, pães-de-açúcar e quaisquer cartões-postais; e ficamos babando olhando a Santidade, mais bela.
Grande abraço.

johnny disse...

Legal as fotos dos 4 , a Yoko-mulherinha.

Me lembro de uma revista que vc. tinha ou tem, em que os astros do rock aparecem em situações esquisitas , engraçadas. Uma delas que me lembro é o Paul sem camisa meio gay, enrolado em correntes e a outra é o Clapton enchendo a mão ou vice-versa. Se acha-las, mostre pra mulekada aqui do blog

Betha Medeirix disse...

Eu acho e sempre achei uma baboseira machista colocar a culpa nas mulheres para o fim do Beatles!
Ainda mais ficar falando mal da Yoko! Que chatice!
Nunca esqueço do Al Cap falando mal dela, na cara dela e o John tentando argumentar com ele. Se não me engano, naquele documentário sobre o 'Imagine' que tem imagens (como esta que descrevi) deles no 'Bed In'.

Nós daqui do Sul também estamos com inveja dos cariocas que vão ver a nossa Rainha hoje!!!

Edna disse...

olá!
Parece que hoje a coisa deu uma acalmada (ou caiu em desgraça), mas houve um tempo em que a principal função de "modelos" era serem mães de filhos de jogadores de futebol. Pode ser que a dupla de "lambisgóias" fossem as modelos do momento. Talvez a japa mais que a Linda, vai saber. Dúvidas, dúvidas.
Semana que vem tem Araras. Adoro essa cidade. Estudei lá em 197..... ah! não interessa...

beijão!