A conversa é mole, mas o papo é firme.

quinta-feira, novembro 16, 2006

Curiosidades Curiosas ou Curiositês Curiosês

Para quem esta chegando agora, abaixo estão as contribuições de blogueiros interessados em criar uma canção em homenagem à geração de letristas pós-djavan, lenine, moska, baleiro, etc. Cada um contribuiu com uma frase, sem se importar com o que o outro escreveu.
Mas esta ficando um verdadeiro tratado filosófico do tudo é tudo, nada é nada. Vejam quantos toques sutís. Quantas pessoas ainda dirão "esta música mudou a minha vida", com os olhos marejados?
Agora a tarefa é escolher um nome, que não tenha nada a ver com o que está escrito na letra. Palpites à obra.

Fumando um ruivo incenso
Na cidade cinza continuo
Fico sem senso, sem nexo, sem rumo
Troco troços e trecos
Traço trechos e truques
E a esperança
Aumenta a cada nova farsa
Eu sou do contra
Porque você e nem ninguém dá conta
É a guerra cotidiana
Aos companheiros de batalha
Que lêem ou ouvem
Entrego meu sentimento
O que eu quero
Está embaixo dos panos
Acima dos planos
De quem quer ser feliz
Trilho caminhos na eternidade do ser
Aquele que olha para o infinito
E não sente dor
Respeito minhas emoções
Não sou computador
Da sombra da luz
Tudo faz parte do viver
Mas cuidado pra não manchar nosso amor

Nesta trilha tão próxima do adeus
Salpicada de dissabores
Mary, Maria mãe dos teus
Rogai por nós os perdedores

Os autores são, por ordem de entrada ( no blog, não na letra):
Fernandinha, Leandro, Verônica, Norma, Denise, Rubs, Edna, José Garcia, Dino, Betha e eu fiz o refrãozinho final, pensando no Bom José que já está chegando.

Ontem teve um post falando de música francesa, mais específicamente de Françoise Hardy, uma das inspirações de Ritz. Rita teve sua formação no Liceu Pasteur, colégio francês, onde estudou, aprontou e dizem até que é persona non grata nos arquivos da instituição. A fama de má vem dos primórdios.

O primeiro grande sucesso radiofônico de Ritz, foi uma versão de uma música francêsa, que ela gravou em seu primeiro álbum solo Build Up, quando estava ainda nos Mutantes (calma, crianças...tem gente que não sabe destas coisas). A música estourou no rádio, e com sua letra religiosa falando de José, o pai que não engravidou sua mulher, a que gerou Jesus. Por muito menos tem gente que seqüestra ônibus e faz um escarcel. José era mais classudo e soube agüentar a bronca. Se com essa ele não conseguiu um lugarzinho no paraíso, quem conseguirá?
Mas voltemos. Após o disco solo ter saído e a música detonando nas ondas do rádio, Rita voltou a fazer show com os Mutantes de antanho, os verdadeiros, e o povo ficava pedindo a música do rapaz de Arimatéia, o José. Na Explicação de La Rúbia, voces vão ver o que aconteceu com a música, e principalmente o que vai acontecer com ela, num futuro próximo.

Aqui vai a história direto da fonte para a iluminar a velha controvérsia "Meu Bom José".

e um belo dia nara(leão) me entrega uma versão sua para a música mon bon joseph de george moustaki...dizendo que ficaria bonitinho se eu a cantasse bem "menininha"...eu costuma brincar com ela que minha voz era de nara-mico-leão...naquele tempo as cantoras tinham vozeirão e nós duas aquela coisa mínima...os mutas estavam escolhendo repertório para o próximo show, e apresentei a sugestão de nara, que acabei gravando no Build Up, e tendo na cabeça a felicidade de chezinha me ouvindo cantar...sucesso estrondoso nas rádios...tanto que uma cantora chamada nalva aguiar resolveu gravar também e ficava se gabando que sua voz dava um pau na minha...nara achava a gravação da outra meio rude, meio gritalhona, não soava como uma "menininha" inocente rezando para são josé...afff...por outro lado, os mutas começaram a boicotar a música nas apresentações, diziam que era brega e que pegava mal para nós ficar lá cantando gospel...se tocamos 2 vezes foi muito...mas nos shows o povo continuava berrando para ouvir a tal...nessas acabei pegando bronca também, afinal, eu tinha que manter minha fama de má, praticamente nunca a cantei ao vivo...outro dia perdi uma aposta para oak e o castigo será cantar meu bom josé na próxima turnê..oh céus, oh vida!...não duvido que vai ter neguinho achando que entrei para alguma igreja evangélica....mas fiquem tranqüilos....se eu tivesse que mexer com religião, fundaria uma igreja, isso sim...ando meio dura...

Então, mais uma cobra morta e um pau mostrado. Mas ficou pior que Lost. Qual será a aposta que ELA perdeu para o Roberto, para pagar um preço tão alto? Quem tem a resposta? Os "outros"? O pessoal da cauda do avião? O pícolo Rodrigo Santoro? Só mesmo quem poderá dizer é o urso bi-polar da BIZZ.

Outro assunto, mas da mesma seara. O desenho não interessa muito. O interessante é a trilha sonora. Os gringos adoram estilionatar Jorge Bengala.




E como viram pelo título, em breve este blóguê será editado só em francês. Que me desculpem os iletrados, mas façam seus cursos.

7 comentários:

José Garcia disse...

Pensava que essa musica era em minha homenagem hahahahahaha

Abracao!
O bom José Garcia

Pedro Colombo disse...

hahahahaha... ela perdeu a aposta pro roberto e vai ter que cantar meu bom José! hahaha
eu lembro que ela chegou a ensaiar essa música pro Balacobaco, mas desistiu antes do show estrear. vamos ver nessa turnê quantto tempo vai durar e quão séria foi a aposta.

Carolzinha disse...

Rita chegou a cantar José em algumas apresentações de alguma turnê não tão distante. Acho que foi no Balacobaco mesmo, ou será que foi na dos Beatles??? Minha memória está péssima!! Mas eu tb lembro que durou pouco tempo... essa música na voz da Rita é uma gracinha, adoro! Bom saber que a Rita perdeu a aposta e que vai cantá-la na próxima turnê! rs ... e que ela continue apostando músicas!
"No fim quem se deu bem fui eu...(R.L)"

fernanda lee disse...

E ai Zé ?? ..
Ai meu pai .. ouvir o bom José ... no creo !!! ai ai ai ...
Rita é da sua igreja que eu quero ser coroinha ... ahahahahha
é só fundar que eu já to lá ... minha Santa ...


Minha sugestão pro nome da música é "epicuristas" ...

Muita gente não vai saber o que significa mas eles que tratem de procurar ....
Epicurismo : doutrina de Epicuro;
por ext. a doutrina, a forma de viver ou de proceder daqueles que só procuram o prazer; desregramento de costumes.

Como eu já ouvi Rita dizer : "A Ditadura do prazer" !!!

Sei lá tb, é só uma sugestão ....

E bArT a-do-rei o final .. o refrão .."Bendita Rita da lua cheia" ..


E hoje é um grande dia !!! Oak ... Mago Robertz .. Roberto de Carvalho completa mais um ano de música e vida ..
Que Deus proteja a guitarra e principalmente a alma daquele que sempre nos prestigia com as notas da canção ...
Parabéns Mago Robertz ... tudo de bom na vida ...

Bjos e benção
fernandinha lee

Norma Leema disse...

Bartô,

Outro dia, num desses shows da Rita em que estive, alguém pediu por "José". E a versão "De novo aqui meu bom José?", que joga a história do Zé pra contemporaneidade?
E falando em Zé, passo para o Zezé, era assim que chamavam aquele músico respeitado, moreno, bonito, alto, que começamos a ver sempre ao lado da Rita a partir de 1976. Parabéns Roberto querido! Nosso escorpião de asinhas de anjo da guarda da deusa Ritz escarlate. Obrigada por tudo que fez, faz e fará pelo bem estar da nossa Rita.
I love you too!

deborah lee disse...

Hi gente

passei aqui principalmente p deixar os parabêns, desejar todo sucesso, paz, saúde...e amor claro!
e queria fazer um pedido ao aniversariante: que ele continue sempre cuidando da nossa santa. rs
e dizer obrigada por tudo o q ele fez...

simmm, eu gostei da sugestao do nome da musica da fernanda...

Edna disse...

apesar de já saber, é engraçado ler essas coisas agora, da fonte.. lá pelos meus 6 ou 7 anos, ouvia o bom josé e as lágrimas vinham.. só que não associava aquela voz doce com a moça do festival com o coraçãozinho no rosto.. não sabia que eram a mesma pessoa..
beijocas!