A conversa é mole, mas o papo é firme.

terça-feira, setembro 04, 2007

Bugingangas Rollingstonianas

A Rolling Stone nacional tem sido uma revista legal de se ler, pra quem gosta de música, um poucoquinho de política e maluquetices em geral.

Nesta última tem CV na capa, todo maquiado de drag macho, com direito a cílios postiços. Tem uma matéria longa com ele, feita na época da passagem dele aqui por Riba, encontro com os Mutas, a fase roqueira de CÊ. Foi feita pelo Marcus Prêto, um dos primeiros a fazer uma matéria bacaninha de RLML. Aposto que se ele soubesse que eu tinha dado um exemplar pro véio, perguntaria alguma coisa.

Trás também dois capítulos do livro A Canção do Mago, escrito pela minha amiga Herica Marmo, que me deu o prazer de ir lendo ainda enquanto estava sendo escrito. Nem sei se lí a forma final, mas é muito legal. Conta da fase musical do Paulo Coelho, sua ligação com Raul, e logicamente a parceria com Ritz, inclusive com pimentinhas lá e cá. Heriquinha já tinha escrito uma bio bem legal dos Titãs, e este filhote sai no dia 12 de setembro, acho que para não ofuscar o onze de setembro, claro.

Confesso que nunca li nenhum dos livros do Pernalonga, mas respeito-o pelo sucesso, que é para poucos. O cara já vendeu mais ou menos 100 milhões, isso, 100 milhões de livros no mundo inteiro. Nem precisa de calculadora pra dizer que o cara está bilionário, se ganhar dez reaizinhos por livro. Acho que ganha mais.
E no livro dá pra ver como surgiu a peça, como agia, e sem botar muita lenha na fogueira dele, não. E não vai ser recolhido, pois ele sabe que está rolando, deu entrevista, e quando a besta do RC recolheu o dele, Rabbit fez um artigo na Falha metendo o pau naquela forma explícita de censura. Ele não iria se contradizer, agindo ao contrário, toc, toc, toc.

Na Rolling Stone ainda tem Elvis, tem Toller, que não foi muito feliz e muito mais. Mas o que mais gostei, é que até que enfim alguém faz uma matéria num veículo importante, sobre algo que está tirando meu ganha pão. Consegui viver de música a vida inteira, mas de uns tempos para cá, não só eu, mas milhares de músicos, tem só visto navio passando, pois os DJs estão tomando o espaço de quem levou anos aprendendo um instrumento, milhares de horas ensaiando, criando a energia de um show ao vivo, e nem digo mais porque está tudo no artigo.
Chama-se "Enforquem os DJs", escrito pelo Miguel Sokol, e diz com todas as letras que DJ é picareta, goza com o pau alheio. O DJ quando se apresenta, diz que vai "tocar", quando na verdade vai é "trocar", trocar um disco pelo outro, pois é isto que faz. Além do mais, o que tocam na maioria é pirataria, baixada na internet, e ganham grana com isso, enquanto você também baixa, mas é só para ouvir no seu mp3, sem faturar em cima.

Não vou reproduzir, mas como sempre, é só dar aquela encostada na banca, abrir na página 21 e ler rapidinho, que é curtinha, para os durangos. Mas vale a pena comprar pra ler mais um monte de coisas da revista.
Sokol lembra de uma música dos Smiths, chamada "panic", onde Morrissey repete por várias vezes "hang the dj"...enforquem o dj. Para quem não sabe, DJ é abreviação de Disc Jockey, em bom português, piloto de disco....nada mais que isso.
Mas valha-nos São Martinho, que a coisa vai melhorar, que a coisa vai melhorar...

11 comentários:

Norma Lima disse...

Hi Bart, sempre compro e leio Rolling, esta com Caretano na capa está especialmente boa.
Também me chamou a atenção a coluna Vida Pop com "Enforquem os DJs", sobre Boy George, que agora virou "Disque Jóquei" depois de tentar de tudo na vida, até de fazer uma banda com o apelativo nome "Jesus loves you".
Mas não sei... será que não tem mesmo espaço para todas as tribos? Para músicos como você e para os que atacam de DJ's? Conheço uns caras criativos na área, que pesquisam sons e não são meros reprodutores.
Herica Marmo não é a que fez a biografia dos Titãs: "A vida até parece um festa"? Gosto dos títulos dos livros dela, "A canção do mago" é um belo nome.
Essa Rolling traz também uma matéria com a nova geração da MPB, Céu, sei lá... essas cantoras novas me lembram sempre das antigas (Bethânia e cia limitada), acho tudo meio sem personalité.
O difícil mesmo, minha gente, é imitar a Rita.

Joseh Garcia disse...

Hoje to a fim de botar lenha na fogueira...
Dj tem seu valor...praia e prazer diferente de uma banda ao vivo...Pra mim o Dj eh aquele cara que te poupa de ficar escolhendo e trocando disco em festa de aniversario..Entao...se se tem a sorte de um bom Dj, a festa ta garantida...
Tem espaco pra todos...
E nao esquecam que o filho de Rita eh DJ hein?

Ceu...surgiu do nada por aqui...Assim que lancou o disco a Starbucks ( uma rede de Coffee shop) comprou e bancou o cd da moca. Virou cult por aqui.
A gravadora eh daqui de San Francisco. Dizem as mas linguas que quando Bebel Gilberto soube, ligou pra gravadora e disse: " Como vcs ousam contratar outra brasileira e mais JOVEM do que eu?"
hahahahahaha
Por falar nisso, Bebel vem fazer show aqui de novo amanha. Estarei na primeira fila.
Paulo Coelho..adoro...Curto muito as entrevistas dele. Me parece ser uma pessoa interessante. Os livros que mais gosto dele sao os mais existenciais.
Quando ele lancou " o demonio e a srta. Prym" Rita disse que " Historia sem fim" poderia ser a trilha sonora do livro.
E quem lembra da entrevista que Rita fez uma entrevista online com o proprio que foi bastante interessante. Rolou comentarios sobre o passado dos dois e paqueras e tal. mas o melhor foi quando Gungun perguntou:
" Tiu Paulo, purque o sinhor sento na margen do Riu Pietra e chorouuu?"
kkkkkkkkkkkkkkkk

Joseh garcia disse...

PS:
"E quem lembra da entrevista que Rita fez uma entrevista online com o proprio que foi bastante interessante"
significa
" E quem lembra da entrevista online que Rita fez com o proprio?
Foi bastante interessante!"
Desculpem.

Anônimo disse...

Hey boy!
Esta cantora Céu (não sei se é assim que se escreve) não é novidade. Ela gravou anteriormente com seu nome inteiro Selmar (ou Celmar, sei lá). Não sei se é numerologia, problemas com direitos autorais (hahaha), mas o fato que ela é ela. Conheço o trabalho desta mineira de rádio, tão bem falada por estes pagos como Kátia B (ex Louraça Belzebu) e Bebel João Gilberto, com direito a bronca e tudo. Jabazão evidente, apesar de serem boas como muitas que tem por aí. São meio Leila Diniz, mas jamais serão Rita Lee!

E Tom Zé é capa do Segundo Caderno de Zero Hora, de 05.09.97 www.zerohora.com.br

Estou lendo o livro "A volta dos Mutantes", de Paula Chagas Autran. Tem umas fotos bonitas da Rita e tb uma da Virgínia (as fotos já olhei todas).

Bjs tricolores

rubinhow disse...

meu, vc tem toda razão,
vc e a rolling stones...

os djs não deixam as pedras rolarem... claro que prefiro mil vezes mais uma guitarra estourando na caixa do que um pamonha fingindo que é artista só pq troca um disco... e eles fazem mais sucesso, pq não tem erro... botou o gravado e tocou...

enforquem os DJS
ou pelo menos deixem eles "tocarem" de madrugada, depois que o povo curtiu o show ao vivo...

capisco?

Norma disse...

Meu Bom José, muito bem lembrado, Gun Gun... hahaha
E a Céu podia ser pior... imagina se se chamasse Inferno ou Purgatório...
Beijos!

Amanda disse...

Eu queria que o Paulo Coelho escrevesse um livro sobre sua maior mágica: como enriquecer vendendo livros no Brasil. Eu compraria!

Lucio K disse...

Os tempos mudam, e o interessante disso é que as pessoas acomodadas e que nao se adaptam por incompetência simplesmente vão perdendo seu espaço. Esses, no seu tempo ocioso, costumam ficar sempre culpando alguem, sempre arrumando um bode expiatório pra seu "infortúnio", se mostrando injustiçados, blablabla... No caso desse infeliz post, a vítima é o DJ, e os argumentos são pra lá de ignorantes e preconceituosos, numa típica mentalidade reacionária e recalcada. Uma pena que certos profissionais prefiram atacar outros do que se concentrar em fazer seu trabalho de forma cada vez melhor e decente.

O DJ é e será um elemento cada vez mais importante no universo musical. Ele é a ponte entre os músicos e o público, portanto deveria ser visto como um aliado, e não como uma "ameaça". Claro que tem DJ bom e DJ ruim, e claro que uma cultura "importada" como a cultura DJ chega já muito distorcida, com muito ruído aqui no Brasil. Mas, como se pode observar a cada esquina, existem os bons profissionais e os DJs, blogueiros, jornalistas e músicos medíocres. Generalizar sobre qualquer um deles é de uma limitação enorme.

Luck Veloso disse...

haha, sinceramente, acho que nem vale investir tempo em ´descascar´ algo assim. uma pessoa que pensa desta forma, com certeza está muuuuito frustrada, pois, se não fosse o trabalho de nós, djs, muitos músicos não sairiam do mero anonimato. ambos, djs e músicos, têm seu merecido valor e cada um que lute para conseguir seu espaço. se esse camarada não tem feito mais ´shows´ como antes, certamente é porque a qualidade do trabalho dele de estar deixando a desejar e ponto final.

um beijo!

henriquez disse...

Achei a matéria contra os djs muito preconceituosa e com um certo teor violento. Aproxima-se do discurso do rock neonazista qdo fala contra setores que não pertencem a sua cor de pele e etnia (brancos, como se fossem só eles os puros, bons e únicos). E um texto que parte de Miguel Sokol, produtor (ainda é?) da MTV, tv com objetivos dirtorcidos em relaçõa à música e substituta direta do famoso jabá das rádios. Tv que arma promoções e consumidores de sucessos da indústria fonográfica. O autor, que não olha além do espelho, nao enxerga - ou nao quer enxergar - que a TV que ele representa está recheada de programas ridículos, sem conteúdos, esses sim, destruindo qq circulação melhor de informação. Falar mal dos djs é não entender a música, não entender, inclusive, que os djs (que concretamente surgiam nos anos 50 entre os fans de jazz e se fundamenatram coma dsico music) sempre fora uma matriz importante na circulação da música que o mainstream evitava mostrar - abrindo portas para novos músicos.

Anônimo disse...

DJs pilantras est�o sempre por ai cobrando merrecas e tirando espa�o das banda profissionais que se preocupam em realizar um trabalho profissional e s�rio .

ENFORQUEM OS MALDITOS DJSSS !!!