A conversa é mole, mas o papo é firme.

quarta-feira, maio 30, 2007

Lá vem sã paulada?

Poucos, mas muito poucos brasileiros conseguem fazer algo que tenha destaque internacional, nas artes. E geralmente se o fazem, aqui são ou esquecidos ou malhados, não sei qual o pior. Acho que foi Tom Jobim quem disse que no Brasil fazer sucesso é ofensa.
Bem, estão aí o próprio Jobim, Sepultura, Paulo Coelho, Walter Salles e atualmente quem começa a caminha é o Cansei de Ser Sexy.
Por aqui a banda não conseguiu lá muita coisa, a não ser a ciumeira, mas os gringos de língua inglesa tem gostado, tanto que os CSS ficam muito mais lá do que aqui.
Mas nada melhor ver e opinar, do que não ví e não gostei.
Não vou falar agora o que acho, para não desfazer amigos e influenciar pessoas. Vamos ver primeiro a resposta do povo que aqui gorjeia.

Antes do tiroteio, lembrando que existe o fogo amigo, nos sites da Norma, no música e letra, no ziriguidum, tá cheio de coisas da festa da cidadania de Ritz, que deve ter sido emocionante. Depois coloco algumas coisas aqui que não sejam redundantes com o que já existe, certo roberto?

E sempre lembrando que os CSS fazem parte da linha evolutiva/involutiva iniciada no rock brasil pós ritz, ou RBPR, para quem gosta de siglas. Que siglam-me os Bloms, e a japonezinha dos CSS é bem melhor que a dos Pato não digo o resto.

CSS

vídeo trash: Alala



As mina ao vivo



Mais uma



Em pleno minhocão paulistano

8 comentários:

Normitz disse...

O som do Cansei de ser sexy me lembra muito o do Blondie, meio new have, meio punk rock, com a vestimenta dos sons já eletrônicos.
Porém contudo todavia eu pergunto: não dá pra japonesa e sua turma misturarem chiclete com banana não?... Rita já provou que dá pra fazer rock dos ótimos em português.
Tirando a frase em português do primeiro vídeo, é só idioma do Tio Sam o tempo todo. Querem mercado internacional? Vão com los Dios e buena $orte.
Eu adorei a pancadaria do vídeo trans!... De vez em quando é bom, né? Mas acho que prefiro a Deborah Harry, do Blondie.

Anônimo disse...

Olá pessoal. Li alguma coisa sobre a CSS e não me interessei em ouvi-la. Tb as duas rádios que escuto não tocam essa banda, um motivo a mais pra não levar fé. Resultado: nem fiquei com vontade de ver esses vídeos postados. E olha que eu nem tô na TPM hoje! Mas, Bartsch, continue alimentando esse blog. Afinal, não é pq não gosto e não me interesso que a coisa não vale a pena, né. Bjs tricolores carinhosos e com gosto de peixe.

Edna disse...

já ouvi falar bastante do CCS, mas nunca tinha visto a performance das senhoritas.. bem..
o primeiro clip é bem eletrônico e o 2º e 3º são muuuito anos 80..
o último deu pau mas depois eu vejo..
resumindo: adorei..adorei... adorei!

ah!

ADOREI!

bjim!

fernanda lee disse...

aqui não abre os videos .. saco !!

.. tb tô no time de normitz aonde queria ver o povo falando a nossa lingua, mas mesmo assim gosto de algumas coisas .. não conheço muito mas o que já ouvi achei massa ...


bjão
fefetz

Amanda disse...

Eu vi as meninas no Altas Horas há um tempo atrás, e tudo o que cantaram lá foi em bom português. Confesso que não achei grande coisa... As letras tinham profundidade de copo de geléia, e me passaram aquela sensação de "somos alternativas", sabe... Bom humor não faz mal a ninguém!
Mas estamos na época do rock morto-vivo... Antes sangue novo do que a volta do Frankenstein, né não?

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

Veronica disse...

O importante é q mantiveram o nome em portugues...e ingles se enrola pra falar hehe

Denise disse...

Uma vez fui num show do Los Hermanos e o Cansei de Ser Sexy fez a abertura... Achei uma merda... não via a hora de acabar logo aquele maldito show para os barbudinhos mandarem ver o som deles... Mas, o que me impressionou foi a menina que toca baixo... Eu não sei se era a quantidade de fumaça que tinha no local ou a iluminação, sei lá... só sei que eu a achei muito parecida com a Rita na época Tutti-Frúttica... hauahuhaua... Bicho, foi a primeira coisa que reparei... Aí fui prestar atenção no som deles e fiquei decepcionada... Desculpe-me se alguém aqui gosta... eu acho uma boxta!

Beijo!