A conversa é mole, mas o papo é firme.

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Fafocas

É científicamente provado. Falei do Tom Jobim e coisas parecidas, deu 3 comentários. Apareceu foto de gente pelada, nem precisa dizer.

Mas pelo jeito todos querem as fotos secretas da Santa. Volto a dizer que os motivos pelos quais declinei a publicação, continuam sendo os mesmos. Alertada pelo afã do fã em avistá-la em fotos alternativas, ELA comentou, e repasso por pura e mera permissão:

"...sair pelada hoje é prestígio, no meu tempo só puta fazia isso...até ator do harry potter fez ensaio nu...afff...
fala que as polaroides dele (roberto) e minhas já foram devidamente queimadas...mas do jeito que o casal era, é bem possível ter sobrado alguma na casa de um ex-empregado, e vai saber por onde andam...mas o resgate será pago e deixaremos a polícia fora do negócio..."


Por continuar sendo tribuna livre, aguardamos minha foto "comprometedora" para publicação.

Mas vamos a uma fofoquinha. Pelos idos de 1975/76, os baianos tropicalistas estavam de volta do auto-exílio, e ventos libertários sopravam nos quartéis. Mas não seria bem assim, veremos.
Caetano, Gil, Bethania e Gal juntaram-se no projeto Doces Bárbaros, para ver no que dava, e lógicamente faturar algum, que ninguém é de ferro. Gil propos aos outros que incluissem Ritz no projeto para gravar disco, fazer filme e rodar o Brasil. Daí, Mary Betz vetou legal. Aliás, tinha alguma coisa desde os tempos do "muito bonito, sr. Antonio Bivar", lembram? Acho que podemos chamá-la de Maria Vethânia.

Gil foi voto vencido, mas incluiu esta música, bem antes de Sampa do CV, em homenagem a ELA. Este é a parte do filme, que deve estar saindo restaurado, em que cantam no Palácio das Convenções do Anhembí, onde estrearam as Cilibrinas do Éden, poucos anos antes deste fato.

No filme tem a detenção de Gil em Floripa por porte da Erva Venenosa, mais ou menos ao mesmo tempo que Ritz, mostrando que os ventos libertários não passavam de uma brizolinha.

Como Giló não era de engolir imposições, logo após os Doces Bárbaros saiu em turnê com Ritz no Refestança, que quase caiu na cabeça de Normix. Notem como a música é de Gil, e os outros ficam bem quietinhos nos backing e olhe lá. E o ministro está soltinho, soltinho.

Como foi dito, fafoquinhas, com direito a fumaça e fogo.




11 comentários:

dino disse...

bart,q barato!
eça é do tempo em q Rita era palavra q não podia ser dita...a patrulha da caça às bruxas taxava a Santafada de 'alienada, 'entreguista,'colonizada,'Ritalixo cultural...enquanto alguns pregavam a revolução, Ela se apegava à evolução... hoje, quando Ela bota a boca no trombone e vocifera:'pamonhas, pamonhas!!! continua representando 'o q vc quiser...tudo que vc vê sair da boca de uma grande mulher,porém, lôca!
abrax

Normitz disse...

Já pensou nossa Ritz vestida de baianinha, com colares, cocares, etc como uma boa Carmen Miranda? Não ia sobrar pra ninguém. Claro que foi vetada pela Vethânia.
E Ritzinha disse que Giló não percebeu que o cenário do Refestança caiu, concentrado que estava ma macrobiótica... (essas coisas só acontecem comigo, esse seria o primeirinho show dela que eu veria com 13 anos... Raios! Raios duplos!)

fernanda lee disse...

... essa mulher que olhou na bola de cristal .. viu a menina que de loira virou Ruiva caiu no mundo e o mundo nunca mais foi o mesmo ... se o palco caiu?? ninguém viu .. Rita estava lá e se ela estiver não se vê mais nada que não seja ELA ...

“viva a moça da vitrola .. a dona doida de boa cachola .. viva”...

bjos e bênçãos
fefetz

rubinhow disse...

A Betha, numa das horas de fazer os vocais, aparece arrumando o colar ao invés de cantar...

aiaiai

depois se agarrou no Baila Comigo/Shangrilá e não largou mais...

abs sir bart

johnny disse...

Gil....gazela maluca na plenitude vocal...
Caetano....com um dos trejeitos que usa até hoje... e as duas do rock das aranha que inspirou o corte da Cláudia Ohana...

Denise disse...

Que lindo!!! Gosto muito dessa fase dos baianos.

Por falar em "Refestança", o "Refestança 2" ficou só na promessa mesmo né? Que peninha...

Beijo!

Dani Lee. disse...

Concordo com Norma e com Fefetz, Ritz com colar e cocares não teria mesmo pra ninguem, nem pra Carmem Miranda, e se o palco ou o mundo caisse, eu pelo menos não perceberia, não se a Ritz estivesse lá.

Bitokeenhas.

Dani Lee disse...

Ééée, Gil soltou a franga :P

Daniel Vieira disse...

Aeww

filminho..quero assitir

uhauha

e youtube do gil soltando a franga como mon amour Dani Lee disse?

uhaua

adorei viu senhor Bart...

Rita Perfeita como sempre

e

Comentário de Rita.. hehehe olha só que beleza..


gostei da moça

Bye Bart

jeka_vale disse...

soltar a franga é pouco..
Gil soltou foi a gazela!


uhauhauhauah

vou até mostrar a minha mãe..:D

hahahahaha

vlw ^^

Jose Garcia disse...

Esse filme eh imperdivel..Assisti nos idos de 80 de uma locadora lah de Natal.
Gal completamente hippie sentada com a calca repartindo tudo em frente a camera..Bethania se maqueando e discutindo com um reporter que insistia em colocar palavras na boca dela...queria que ela assumisse ser marginal...
Outra memoravel, eh quando Bethania esta ensaiando uma musica e Gal chega e comeca a cantar com ela. Eh visivel o incomodo de bethania...hehehehehe
Fora Gil e suas otimas viagens no palco e fora dela. Alem disso, o repertorio eh otimo.
Fico feliz que estao restaurando o filme.
Nao sabia que Rita tinha sido convidada. Maldita bethania! hehehehehehe