A conversa é mole, mas o papo é firme.

terça-feira, janeiro 09, 2007

O Dôlo do Ídolo

Finalzinho de ano teve aquele especial da Elis, e sempre dá pano pra manga.

Numa vida tão breve e tão rica, fica mesmo difícil de definir o que vai ser retratado ou não. Ritz fez só uma pontinha, num cat walk rapidinho, que parecia ser no velório, mas que os experts dizem ser na missa de sétimo dia.
Também não deram relevância ao episódio de Elis ser a unica a apoiar Ritz quando da prisão, e da amizade que nasceu da situação, culminando na homenagem do nome da filha, Maria Rita. Todo mundo aqui sabe disso, mas a grande maioria nem imagina.

Mas vamos no velho e bom jornalismo midiático. Na sexta, dia 5, a chamada de capa da Falha foi :"Diretor de especial da Globo sobre Elis Regina critica emissora, Chico e Caetano".
Falar mal da Globo é chover em cima deste mundaréu de água que anda caindo. Mas falar mal de Chico e Caetano é pecado a ser apreciado. Muita gente deve ter comprado o jornal por causa disso.
Daí você abre a Incrustrada, e lá está o título da matéria, que é Pimenta NA TV, escrito como esta logo atrás, ou seja, pimenta vermelha, malagueta, e na tv maíusculas. Em seguida a manchete um pouco maior e mais explicativa que a chamada na primeira página :"Diretor de especial da Globo sobre Elis Regina faz críticas à emissora e a Caetano, Chico, João Bosco e Cesar Camargo Mariano por não falarem ao programa". Bem diferente do prometido na capa.
Na chamada, vão criticar Chico e Caetano, ou seja, vamos lavar a roupa suja de todos estes anos. Lá dentro a crítica abrange mais pessoas, mas num assunto específico. Acho que dá para pedir o dinheiro de volta no Procom.

As tvs em geral, e a Globo mais que todas, acham que as pessoas tem que estar disponíveis na hora e local que elas querem. Quem esta começando ou precisando aparecer, aceita até injeção vencida. e muitas vezes as pessoas não estão mesmo disponíveis.
Mas o pior, é que as pessoas não podem ter acesso a como vai ficar seu depoimento, antes de ir para o ar. O inferno se chama Hum-ilha de Edição. Alí ganha-se ou perde-se eleições, dinheiro, re-puta-ções, cria-se mitos, sepulta-se carreiras.
Apenas para meditação, imaginem se as pessoas se negassem todas a dar qualquer declaração, se não tivessem acesso ao produto final? Exato. Teriam que mudar o procedimento.
Agora entendam porque Ritz apenas dá entrevistas por e-mail. Qualquer coisa que saia distorcida, ela prova em qualquer tribunal o que realmente rolou.
Todos os citados acima, que de alguma forma não deram declarações, por serem macacos velhicimos na matéria, devem ter evitado mesmo as declarações.

Uma coisa que não entendi, ou pode mesmo ter rolado um jabá. é que onde na matéria dizem e repetem que muita coisa ficou de fora por falta de espaço, os filhos tiveram músicas inteiras levadas ao ar. Assim sendo, acho que deram declarações e não criaram empecilhos a nada, exatamente em troca da divulgação. O mundo mídia é cruel e corruptor. E como a Globo quer "fazer" Fernanda Lima, cavaram uma brecha para que ela aparecesse como apresentadora. As coisas rolam nos mínimos detalhes.

Por ser da Globo, em local algum mencionam Record, que é onde Elis se fez. O diretor geral é o tal Waddington, que sempre descola uns paitrocínios globais para fazer seus filmes e divulgá-los. Ela tira a bunda legal da seringa, dizendo que o diretor contratado para ajudá-lo, João Jardim, é quem está chutando o balde. Poncius Pilatou sem fazer pilates. E para vocês sentirem como a Falha esta sedenta para informar seus leitores, foi buscar as declarações do sub-diretor num fanzine chamado Almanakito, editado por Maria do Rosario Caetano, e distribuido apenas pela internet.

Quando interpelado pela Falha, o sub-diretor amenizou até onde a possível perda de salário permitiu. Mas o pior de tudo é que omitiram totalmente a causa mortis de Elis. Morreu um certo dia, repentinamente e acabou. Como pode-se focalizar a vida de uma pessoa e se fingir de morto no final da história?
É um desrespeito histórico e também à inteligência das pessoas. Omitir muda o fato?
Meus novinhos, quem vivia ativamente na época, viu as últimas entrevistas televisivas de Elis, e ela estava visivelmente fora das faculdades normais. Alguns mêses antes do ocorrido, ela estava chapadaça em pleno ar. O que aconteceu, a overdose, para os próximos devia ser o que já os preocupava há tempos, até acontecer.
Desta forma, o tal especial não servia nem para o Linha Direta. Ou será que foi feito algum acordo com a família?

Bem, como mais uma vez, nada que se possa fazer, mas ao menos que se possa escolher uma das duas questões filosóficas mais pertinentes da vida: ou cospe ou engole.
De maneira alguma sou contra, pois especiais assim deviam se no mínimo mini-séries, e que rolassem sempre, ajudando e revigorando a memória do nosso país de passado geralmente escondido nas brumas.

Como Ritz sempre fez e faz, Elis jamais teria se omitido dos fatos, e contaria sua história na integra, pois o que deve ter unido estas duas em sua curta amizade, deve ter sido o pescoço erguido, sempre, e nada a temer. A não ser que os céus caiam sôbre nossas cabeças.

Viram como se tira as coisas da internet do ar? O You Tube ao menos por aqui já voltou, mas foi podado na raíz quando quizeram. Sempre lembrando que todas as hospedagens estão nos states.
E já que vamos ter que agüentar mais um BBB, meu voto é que se elimine todo mundo que disser: véio, caraca e bagúi (ou a variavel bagúio). Alguém sugere algo mais? Eliminar o Bial por causa do sapatinho?...afffff.....

10 comentários:

Amanda disse...

O especial da Elis valeu pelas imagens, principalmente aquelas cenas de início de carreira - coisas que eu nunca tinha visto.
Pra quem gosta de ver o Caetano e o Chico falando, eu sugiro o dvd do Vinícius de Morais... saiu a pouco tempo, deve estar nas locadoras. É lindo, e não poupa detalhes!

Denise disse...

Olá!
Bem, só o fato de terem produzido um especial sobre Elis Regina na tv já foi um grande acontecimento. Rolaram vários nos anos 80 (eu era um bebezinho, mas sei disso porque tenho a maioria dessas gravações), mas era porque a morte de Elis estava recente, depois ficou escasso e em 1992 era pra sair um especial como esse, porém, o SR. Ronaldo Bobôscoli (como diz a Norma, rs!) vetou. Portanto, digo que esse especial foi um verdadeiro milagre e tbm um retrato de que os filhos dela estão mais flexíveis... mas, esta é outra história.

Bem, o especial foi bonito, mas ficou muito aquém das expectativas, teve pouca novidade(pra quem conhece a história de cabo a rabo foi quase nada... hehehe...). Porém, o mais importante disso é que a história foi contada sem aquela sombra da biografia da Echeverria, soou diferente por isso!
Senti muito a falta de Ritz, César Mariano e João Bosco... Caetano e Chico não! De Ritz porque sabemos pouquíssimo sobre essa relação de amizade tão bonita que Ela tinha com Elis. De César por ser o maior parceiro de Elis na vida e na música... o caso de João é o mesmo de Rita, a grande amizade. Agora, Caetano teria pouco a dizer sobre Elis... seria melhor se o especial mostrasse imagens de Elis declarando seu profundo respeito à Tropicália e ao Caetano e cia. Disso a mídia não comenta,né? "Isso ninguém nunca falou...". Bão, falei sobre isso naquele post que vc colocou como "Elees e Ela". Tá. Chico tbm não teria muito o que dizer... eu acho.
Acredito que existe um certo preconceito em relação à Rita. Todo mundo sabe que ela solta o verbo e diz todas aquelas coisas que todo mundo quer dizer mas não tem coragem! É phoda, talvez na cabecinha desses diretores de merda do especial a presença de Ritz não ficaria "Chique", acho que pra muitos a amizade das duas nunca foi "de bom tom". Ridículo. Essa imagem "bonequinha de louça, elitista" criada pra Elis chega a doer... afffffff!!! E a presença de Ritz no especial se resumiu à uma rápida imagem no velório.
Ainda falando em Ritz, vi uma imagem dela falando que não acreditava nessa história de overdose, de Elis com drogas e coisa e tal... não me lembro onde vi, alguém pode me esclarecer? Com certeza algum colecionador de Rita deve ter isso... Enfim, às vezes não acredito tbm, principalmente qdo vejo aquele Samuel-Careca-Barrigudo-MacDowell falando... tá. Esta tbm é outra história e quem sou eu pra querer distorcer os possíveis fatos? Ah, e qto as últimas aparicões de Elis, a diferença era pequena... sei lá... a última entrevista será lançada em dvd, se puderem confiram! Tá. Chega, chega... já escrevi demais!

Anônimo disse...

Como sou de PoA, conheço aquelas e outras imagens da Elis que ficaram faltando, bem como entrevistas com pessoas que participaram do início da carreira dela. No primeiro show da Maria Rita aqui, foi proporcionado um encontro com o cara (hoje um senhor) que descobriu o talento da Elis, e ele deu fotos da época para M. Rita. Tem uma outra coisa que acho importante lembrar: Elis e Porto Alegre não combinavam. Ela não gostava daqui e o porto-alegrense sempre se sentiu ofendido por isso. Pra se ter uma idéia, o show "Trem azul", realizado no Gigantinho, foi o que teve menor público naquele ano. Somente após a morte é que ela passou a ser valorizada por aqui. E como! E tem muitas histórias contadas aqui, inclusive por jornalistas, de vivências nada harmoniosa com ela. As mais famosas são:1)quando indagada (ou cobrada mesmo) pq não cantava compositores gaúchos, ela respondeu :"vocês queriam que eu saísse por aí cantando Prenda Minha?"; 2) Elis teve a coragem de chamar o Maurício Sirotski (então dono da RBS - hoje falecido)de "judeuzinho filho-da-puta".
Mas sempre é bom rever e ouvir Elis, mesmo faltando partes que consideramos importantes de serem relatadas.
Quanto a causa mortis, é bom lembrar que há controversias sobre a substância(s) que teria(m) causado a over (cocaína ou antidepressivos). Mas o fato é que ela morreu de over dose, e o médico que fez o laudo trabalhou na e para a ditadura, e estava respondendo alguns processos, alguns deles de clientes do então namorado da Elis.
Vai saber o que rolou....
Pessoalmente não senti falta do Cae nem do Chico no especial. E a Fernanda Lima é linda, né?
"Normal em Curitiba" é minha sugestão musical para hoje!
A Rita prometeu num show fazer uma música em portoalegrês. Estamos aguardando!
Para finalizar: Elis foi homenageada pelo Grêmio Foot Ball Porto-alegrense (nosso time do coração) logo que ganhou o Festival. Tem imagens gravadas e fotos no Memorial do clube. Lindo!, como diria Caetano.
Bjs tricolores
Elvira Pagã

Normitz Leema disse...

Uma vez eu li que a Elis tinha escrito uma letra e queria mostrar para a Ritz, para que ela musicasse. Mas não deu tempo dela ver, porque, infelizmente, a Pimentinha morreu antes. Será vero?
ODEIO Big Brother, voto na eliminação de quem falar "galera", argh. Me contaram que tem uma tal de Analy lá e o Bial perguntou se ela tinha se inspirado na Rita Lee, pode? O que tem a ver o "y" com "ee" na escrita? Será que ele não leu o nome da peça?
Já considerei um absurdo tirar o vídeo da Cicarelli, quanto mais o site You Tube do ar. Deve ser a primeira vez no Brasil ou até no mundo que rola isso. Ela foi flagrada num local público, porque não faz as coisas entre quatro paredes?
Bjs, Bart, adoro esse seu blog!

fernanda lee disse...

A tv informa, deixa burra .. faz e desfaz de quem tá dentro e de quem tá fora ...

eu sou chegada numa novela .. mas tem umas coisas que são muito ......... que não dá pra engolir ... esse big é menor ... pequeno .. af .. éca ..

Elis ...
Eu amo Elis Regina .. doce pimenta .. mulher guerreira ... com aquele ar leve ... salve sempre pimentinha ... ardida que arde a alma de coisas boas ..

Beetoucas ..
fefetz

Daniel Vamp disse...

Aew aeww

eu fãnaaatiicoo pela nossa rainha... amo tb a elis(uahuha dulpo casorio.. ah tem a cassia tb mais jah sao outros 500.. ah fez ano passado 5 ano q ela morreu neh?...fez sim dia 28 uahuah)

o ''especial elis'' eu achei que foi bom.. tipo.. Não foi aquelas coisas que se digam ''nossa que especial completo, contou ate os peidos e arrotos que elis dava'' mas... deu pra passar o tempo em uma noite de quinta feira em que nada teriamos a fazer a naum ser assistir a tao esperada Por toda minha vida..


numa nota de 0 a 10 foi 8...


tb naum gostei que naum falaram da morte dela.. ali simplismente ela morreu com 36 anos.. e pum.. caida no chão..

não falaram das drugs... logico.. mostrar o lado negativo da princess elis.. não vale.. mas custava ter mostrado só pra alertar os Jovens?

ah alertar se bem que os jovens msm naum se importaram com a rainha elis e preferiram ficar a esse horario namorando no portao de casa, na praça ou onde for...


e a pobre da elis..


so os que a amam ou os mais velhos deram atenção a finada...


mas

é o que acho.. uma minisserie seria melhor.. como fizeram com o Jk..chica gonzaga e tantas outras pesonalidades ..


Bart amei o que escreveu sobre o especial...


ah


o you tube jah voltou.. bom pelo menos pra mim aqui normall

ahuha


ah quanto ao bbb.. uhaua


o que achas? kkkk jah disse toda juliana tem que existir.. pra sair sempre (ou quase sempe)na primeira
semana.. bom mas isso serve... como um passatempo aos desocupados.. ou aqueles que nada tem a fazer(ou seja.. um passatempo as mesmas pessoas de sempre)


e acabamos assitindo por puro vicio... ou por pura inocencia de achar que o plin plin esta fazendo tudo certinho como manda o figurino.. ah isso ai.. eu acho q é tudo programado.. jah tem vencedor .. e pronto




bom posso estar errado.. se estiver peço deculpass ao santo Roberto Marinho..


desculpas ai tioo


ahuahuah
[


negocio é plnatar a bunda na cadeira e os olhos no monitor e ficar oras e oras aqui... neste outro vicio.. ah isso claro escutando alguem cantando.. diretamente em nosso ouvido..quem seá? uma rainha? uma princesa? ou uma plebeia(cassia) ah tanto faz.. oq ue importa é isso


a musica e nada mais



Ate mais bart



fica com Deus.. otimu 007



ate

srvamp@hotmail.com

rubinhow disse...

jêsuis...
qtas letras...

a globo tirou a elis guerreira do ar... ficou aquela coisa água e adoçante, pq nem açúcar era...
pra variar, a globo cagou e o povo comeu...

Verônica disse...

Todo mundo odeio BBB mas assiste...tem gente q ate sabe qts vezes Julianas saem e entram, o sapato do apresentador, quem uso sobrenome de famosos pra virar artista huahauhaua....q maldade... eu tbm assisto...é engracado ver o q o povo faz por dinheiro..
SObre o especial da Elis, nao a deixou muito especial, mas como nao sei nada sobre ela aprendi um pouquinho...e fiquei curiosa pra saber mais...

Anônimo disse...

Lógico que teve dedo da família que deve ter acordo com Deus e o mundo.
Mas o deslavado do McDowell aparecer de coitadinho quando...
Ai ai, deixa quieto...

Anônimo disse...

Bicha burraaaaaaaaaaaaaa! Não sabe usar marcadoes nos posts!