A conversa é mole, mas o papo é firme.

terça-feira, dezembro 12, 2006

O zarolho do fura cão

Como já foi anunciado, mr. Vallium adentrou o mundo digital, e o you tube que se cuide.
Hoje vamos mostrar a seqüencia inteira do que acho que foi a última Jô Soada que ELA deu. Informem se teve outra depois dessa.

Notem nesta primeira parte, a sutileza com que ele reclama do Osvaldo.
Osvaldo é um dos membros principais do staff de Ritz, pois cuida do som, do equipamento, chega primeiro para ver se está tudo em ordem, e se tiver que trombrar é ele que dá a primeira porrada. Por informações privilegiadas, sei que houve problemas na passagem de som, Osvaldo reclamou e ganhou o comentário de colocar uma trava na bôca. Se vasou isso no ar, imagino nos bastidores.
Parece que daí originou o veto que RLML levou de "não interessar" ao programa.
Notem as ligeiras alfinetadas, com Jô dando a entender que o que Rita põe na bôca para cuidadar de hálito e garganta, podem "dar barato"...acho essa expressão tão "muderna".



Na parte 2, um bom tempo é jogado fora sem que se chegue nem aqui, nem ali, indo direto para o lugar nenhum. Se estiver sem tempo, pule. Não você, o vídeo.



Esta parte tem que ver. Se for escolher entre as quatro, this is THE one. Aqui ela canta O bode e a cabra, e fala numa pessoa que vocês na maioria nem imaginavam existir, naquela época. No finalzinho, prestem atenção ao balouçar impaciente do santo pé, quando vai começar a apresentar a banda. Ela já denota estar com o saco cheio daquele nhem nhem nhem cardosiano.



Fim de papo, e ELA canta A noite de um dia duro, já que é pra traduzir. Falta o finzinho, mas de grátis ainda vão reclamar? A mr. Vallim, mais uma vêz obrigado por compartilhar, que é uma ação nobre.

6 comentários:

leandro vallim disse...

Bart,
o que eu acho engraçado nessa entrevista é Ela cantando leãozinho pro Dadi, daí o "xôô,Soares" diz:"-Faz mais um pouquinho"; e começa a fazer uma strip.
e o que eu não gosto foi a mancada, a saia justa do Jô em falar do cabelo abóbora do Paul e Ela ali do lado com cabelo laranjão.
E ainda disse: "esse abóbora foi uma indireta?" rsrsrrs
Realmente essa foi a última aparição no Jô, em um distante 05 de novembro de 2001.
Abraço.

Carolzinha disse...

Eu tava lá nesse dia!!!!

O Jô sempre dá uns foras né?!
Ele é meio sem noção, mas a Rita sempre tira de letra nessas situações...

No geral, a entrevista teve mais assunto nada a ver do que o próprio disco.

Verônica disse...

Valeu Mr. Vallim...
Nao importa o q o Jô fale a Rita sai por cima e ainda faz graça...

rubinhow disse...

...foi qdo te conheci, Carolzita...

;)

Norma Lima disse...

Vallim me emprestou essa gravação há um tempo atrás e acho que o Jô volta a falar no Oswaldo no final da entrevista.
Do que eu nais gosto, além dela e do Roberto tirarem de letra as piadinhas do apresentador de peso, são os desenhos dos Beatles que ela fez quando tinha 16/17 anos, no papel dos pães que o Seu Charlie comprava.
Vai ser criativa assim na China, não, aqui mesmo, no Brasil, please!
Acho que ela desenha muito bem, uma vez li que a Mary Lee matriculou a Ritzinha num local para ela aperfeiçoar os dotes nesta área, você sabe de algo neste sentido, Bart?
"I find the thing that you do
Will make me feel all right"

fernanda lee disse...

A cabra faz béééééééée´..
O LeAndro deixa todo mundo Lelééé ..

E Ritz canta, encanta .. bota Jô no chinelo ...

thankx Vallin valioso

Ela está leenda , leenda , leenda , leenda .....
MUITO LEENDA ...

beejones..
fefetz