A conversa é mole, mas o papo é firme.

terça-feira, setembro 05, 2006

Sejam bem-vindos

Olá Pessoal. Vamos partir para a aventura do blog.
Após o lançamento de "Rita Lee mora ao lado", várias pessoas entraram em contado, umas contando histórias que viveram com a Rita, outras falando de lembranças que o livro reavivou, outras comentando o texto e geralmente fazendo perguntas sôbre a história.
Como sei que muito do que é perguntado interessa a mais pessoas, e que acabo dizendo coisas para uma só pessoa ao responder, o melhor é centralizar, e assim acabamos compartilhando tudo.
Por isso cá está o blog do bart, que vai servir para um ponto de encontro não só para o assunto livro, mas tb para o que estiver acontecendo nas aventuras de lançamento, planos futuros, fofocas e o que mais possa interessar.
Se me ajudarem a espalhar o enderêço, ficaria muito grato, pois acho que vai ser no mínimo divertido.
Grande abraço a todos.

15 comentários:

Maguila disse...

E ai "Bartec" , o rafa me mostrou o blog em primeira mão, achei muito legal, vou ficar ligado ai...

Falou!

Pink FLOOOOYYYYYDDD!

John Lennonnnnnn!



Abraços
Maguila

Edna disse...

tb adorei!

tá add..

bjão!

Anônimo disse...

Bart darling...com que então andas agora blogando pelo planeta a fora, hein meu bem...aproveito para deixar aqui uma declaração de amor ao seu livro e agradecer pela amizade e carinho de sempre...você me colocou bem demais na fita e praticamente canonizou esta santa do pau ôco que ora vos tecla, receba pois minhas flores virtuais e trocentos votos de sorte, saúde e sucesso sempre...love,
Ritz

putz, uma vez chegou uma carta pra mim escrito assim: para Rita Léa Gomes! é tarde para adotar esse nome, mestre?

Bruno disse...

opa, opa, opa e estamos aí também... rsrs!
gostei!

abraços.

Daniel Vieira disse...

Nussa Bart.. vai ser otimo.. ficar sabendo de tudo da minha amada.Rainha..idolatrada.. Deuisa da minha vida... da minha... VIDA,.,...que é a Rita Lee...

eu amo muito ela..ela naum sai da minha cabeça..

caso falar com ela diga que eu nino de 14 anos...ama ela.. uahuaha

tchau abraços...

Daniel Vieira disse...

o anonimo..um pouco acima naum seria a nossa amada Rita Lee Jones???????/


uhauha

achu q é hein

rubinhow disse...

Fala Bartoso...

E vamo que vamo com mais escritas...
nunca é demais...

e esses e-mails que vão e voltam, hein??? tsc...tsc...tsc...

Artur Corrêa Teixeira - BH disse...

Grande Henrique, prazer falar com você também por aqui... adorei ter recebido o retorno de meus e-mails sobre o livro. Se quiser e achar interessante posso postar nossa conversa por aqui...eu arquivei meus e-mails e suas repostas...se achar necessário não é? Grande abraço, Artur - BH.

Fernanda Lee disse...

Querido Henrique Antônio

Santa do pau ocô?? Mais Santa que tantas .... A mais perfeita das mortais ..
Espere ai, eu falei mortal? Não , não , a Santa Ruiva que conheço só tem começo e meio e nunca, nunca terá fim ...

Barbará é a vizinha mais cobiçada dos astronautas de plantão, me fez entrar nos porões que tanto sonhava ...
Como sou grata, como sou testemunha de milágres .. como ..

Só coisas boas pra vc .... tu és o cara, Rita é a Santa e o livro , bem o livro é as escrituras sagradas de uma vida vivida com amor e intensidade.

Obrigada por tudo..
Deus abençoe

Bjo largo
Fernanda Lee

Julia disse...

Paaaai (:
dá dinheiro?!


;*

Pedro disse...

Preciso dos R$109 da Fuvest!!!

pedro disse...

Cala a boca, Julia!!! UHAUHAUHA...

Norma Lima disse...

Pra quem odeia blog, até que eu evoluí, até fiz um.
Estou adorando e ficando viciada nesse, será que você nos aguenta, Bartsch?
Eu não disse que ia escrever em tudo??
Obrigada, parabéns pelo blog, está muito legal mesmo.

Fabiana Borgia disse...

Fico extremamente feliz que Bart more ao ladinho. Só descobri isso quando encontrei seu livro. Olhei e pensei: "deve ser fantástico". Li a orelha, tentando entender mais sobre o autor. Vi que era de Ribeirão, que se amarrava em música e que por isso teríamos alguns pontos em comum. Claro que fiquei curiosa em ler uma biografia da Rita Lee, pois ela viveu muito tempo em minha cidade natal (Rio Claro). Mas foi o fato de Bart morar ao lado que mais me incentivou. Sempre que vou comprar um livro, quero saber quem é o autor. Quanto a nós três, acho que somos praticamente vizinhos. E quem não é, se é a música que aproxima as pessoas? Este livro é simplesmente uma inovação, porque ele cresce a medida em que a história vai sendo contada. E contada dentro de um contexto subjetivo, mas sem esquecer o objetivo. Quando nos deparamos com nossos ídolos, vejo que eles também precisaram enfrentar diversos desafios, para hoje, serem nossos ídolos. É preciso muita garra para isso. Não estou escrevendo aqui com o objetivo de fazer uma crítica literária, pois nem tenho capacidade para tanto. Escrevi e-mails ao Bart logo no início, e vi que além do talento, ele tem carisma. Qualidade essencial para a arte. Não é a toa que hoje, além de músico, ele é um escritor. E tenho certeza de que será cada vez mais próximo o lugar onde ele se encontra. Para mim, por exemplo, ele não apenas mora ao lado, mas dentro do meu coração. Sim, viramos amigos. Ainda que provisoriamente virtuais. Bart, muito sucesso. Seu livro é muito bom. Você já sabe tudo o que penso a respeito dele pelos nossos e-mails. Beijos
Fabiana Borgia

Edson disse...

Cara, um grande abraço aos amigos de sempre.
Edson.